É na variedade de expressões que o colorido encontra o seu lugar (LAB 36)

Diário Espiritual

Participantes: Adriana, Juliana, Juliano, Larissa, Marco, Mônica, Rene e Simone
Data: 06 de julho de 2021
Via Zoom

COMUNICAÇÕES

Juliano conduz oração de abertura da reunião


Egrégora (intuído por Mônica): Eu quero dizer que eu estou sentindo aqui um grande fluxo de energia e, como se dissesse assim: “Olha! Avisa todo mundo que quanto mais a gente se coloca serviço mais a gente abre os nossos canais e o fluxo passa de forma contínua, destrava tudo aquilo que estava preso, que estava represado“. Então, colocar-se a serviço é colocar essas energias à disposição do trabalho e colocando o seu corpo e suas possibilidades também de fala, de apresentação, seja fazendo uma palestra, seja lendo o tarô, seja se comunicando, fazendo uma apresentação, como a Drica fez, tudo isso é colocar a energia em movimento, é destravar as amarras, é seguir o fluxo. E quando a gente faz isso, a gente se retroalimenta e a gente percebe que não é difícil, que é natural e que a gente tem que se pôr a serviço, a gente tem que dispor da ferramenta que nós temos, que somos nós mesmos, né?

A gente tem que se dispor para que a egrégora, para que o círculo, para que os nossos mentores trabalhem com a gente e pela gente. Então, quando a gente deixa o ego de lado, quando a gente pensa num propósito maior, a gente supera todas as dificuldades em nome de algo que vale a pena, em nome de algo que nos representa ou que estamos representando, né? E que a gente se lembre sempre disso quando tiver um desafio ou um próximo palco, a próxima aula, próxima gravação, enfim… e até mesmo aqui no Lab, emprestar a voz, emprestar a psicografia mental, a escrita, a fala, tudo isso é colocar-se a serviço, é participar da cocriação, é participar da direção da egrégora de aportar aqui para o material aquilo que eles sozinhos não conseguiriam né?

É verbalizar, é escrever, é desenhar, é cantar, enfim… qualquer tipo de expressão, a gente está expressando também, dando voz à nossa egrégora e isso nos fortalece como um time, como escola, como grupo, como amigos, como companheiros de jornada. E está toda a egrégora, todo mundo extremamente satisfeito, feliz. De certa forma, orgulhosos. Com os resultados, com a participação de todo mundo, com o aporte que veio de fora, com o movimento que tá gerando nas comunidades dos alunos e, daqui para frente, a gente vai ver essa energia crescendo cada vez mais e trazendo, também, para agregar à escola, ao corpo, ao movimento, mais pessoas que poderão compartilhar de novas ideias, dando novos aportes, fazendo com que a escola cresça e se estenda a novos horizontes… e que caminhe lado a lado com outros trabalhadores que também estão trazendo luz, neste momento, para nossa Terra, para o nosso planeta.

Então, a egrégora agradece e reverencia esse movimento de abertura de janela, de porta, de oportunidade para outros YouTubers, influencers, para outras pessoas que estão também trabalhando nesse mesmo projeto. E que é para cada um de nós nos prepararmos para também participar disso, para também fazer isso acontecer e recepcionar essas pessoas que chegarão, esses novos alunos que brilharam se destacaram. Toda a equipe estará por perto, estará nos observando, nos apoiando e amparando em nenhum momento a gente tá sozinho. Tudo aquilo que a gente fizer, que a gente faça com convicção, com muito amor e com a certeza de que estamos sendo, sim, instrumentos de algo muito maior, de algo que a gente vai se deparar na próxima vida ainda, quando a gente tiver de volta por aqui, e isso é muito lindo, e esse é o recado que eu queria compartilhar com todos.

E eu não vou me acalmar enquanto eu não der voz à energia que eu estou sentindo aqui, que é o nosso amigo Gaspa que tá muito feliz, que ele mesmo quer dizer… que ele tá muito orgulhoso da Drica, tá muito feliz, muito, muito feliz. Simone, toda a equipe. E que a música, que o show, a expressão artística, ela é algo, assim, que se expande e transcende muito mais do que as palavras, porque é uma linguagem que supera tudo e que alcança os corações. Ela toca profundamente. E se eu não tivesse tanta vergonha, ele estava falando aqui agora. [risos]

Luiz Gasparetto (psicofonia Mônica): Meus queridos, eu aqui vos falo de uma maneira, assim… bastante contundente, emocionado… Eu realmente estou tocado, o meu coração transborda de alegria, o congresso foi maravilhoso, esplendoroso! Ele atravessou barreiras que se estendem por outras dimensões. E eu queria dizer que estou muito orgulhosa de você, minha querida Drica, da Simone, da Juliana, Dra. Larissa, de toda a equipe. Todos nós ficamos vibrando e mandando muita alegria e muito dinamismo para todos vocês.

E é isso que as pessoas receberam. E é isso que o Círculo tem que aportar, tem que trazer, tem que movimentar. É essa energia de amor, essa coisa que impulsiona a levantar da cadeira, a cantar, a dançar, a querer fazer parte, a querer entrar para escola e curtir, se comunicar, mandar áudio, porque as pessoas não estão cabendo em si, de tamanha emoção, de tamanha alegria. A gente está mega feliz, mega feliz. E era isso que eu queria dizer, queria deixar meu beijo carinhoso, meu carinho, meu amor por vocês, e que continuem assim. A gente vai tá tocando fogo nesse mundo, a gente vai estar fazendo e acontecendo… e contem comigo viu, meus queridos. Um grande beijo para vocês. Fiquem com Deus.

Adriana: Obrigada, pela ajuda.

Simone: Obrigada, Gaspa.


Rene: Eu queria perguntar se essa repercussão multidimensional, se houve algum evento espelho ou uma coisa semelhante em outro plano, ou se é repercussão direta dessa daqui.

Luiz Gasparetto (psicofonia Mônica): Sim, meu querido, nós aproveitamos e multiplicamos o evento. Ele tem que acontecer simultaneamente. A gente sabe que a questão espaço-temporal acontece de uma maneira um pouco diferente, mas vamos considerar que sim, nós aproveitamos dessa energia desse momento porque a gente sabe, vocês sabem, que aqueles espíritos que já desencarnaram, mas que ainda estão muito presos à matéria, eles ficam numa psicosfera muito próxima, eles estão muito contato com vocês. Então são esses, principalmente, que se beneficiaram das energias, que foram curados e que participaram, então, o show sim, ele se estendeu em diversos graus, níveis, inclusive nos níveis mais elevados, porque nós tivermos a oportunidade de convidar mais artistas e mais palestrantes que puderam fazer palestras e experimentos aqui, na nossa dimensão, e até em dimensões superiores. Então, foi um evento que foi espelhado e multiplicado e isso fez com que todo o aporte energético ganhasse uma amplificação ainda maior daquilo que vocês estariam dimensionando ou esperando, entendeu? Inclusive com outros irmãos e humanidades… seres afins, mas diferentes. Houve uma parceria muito bonita, muito grande. Esse é o intuito inclusive do Lab, que possamos aportar aqui novas tecnologias, novas parcerias e utilizar da mediunidade, dos canais mediúnicos e das possibilidades de vocês, no intuito de abrir esses canais e trabalhar de forma ainda melhor e maior.

Egrégora (psicografia Adriana): Em uma luz que se espalha na escuridão, há sempre um solo fértil que trará germinação no tempo ao qual se destina. Vocês foram mais e muito mais do que cada um pode imaginar nesse congresso. Tocaram em uma luz em cada um que esteve por lá e mais do que isso, fizeram sentir e entrar, na casa de cada um, o amor. O momento de cada um vibrar pelo outro, o sucesso do outro, a superação junto com o outro, trazem o sentimento que verdadeiramente fortalece a base do Círculo. Congratulations… ele queria dizer “meus filhos”, mas aí eu escrevi “my sons”, não sei se é assim que se escreve em inglês.

Adriana: Veio uma palavra aqui, acho que para lembrar a gente: “arco-íris de cristal”.

Rene: Apesar de ter as aulas que eu preciso criar para agora para agosto, tem o encontro da exoconsciência de novembro marcado, então tô pensando muito no tema de natureza multidimensional, de sensopercepção e tentando ver como é que vou falar sobre isso. Tudo que tem de multidimensional eu estou revendo na minha cabeça, e eu tenho uma dúvida que eu não sei se é uma crença minha, mas eu percebo como tem a questão do hospital, da doença, da pandemia e tudo mais, os plantões tem sido um pouquinho estressantes, tá melhorando um pouquinho, mas… E aí eu sempre tive pensamento que eu atraso um pouco para desenvolver a questão mediúnica, por conta de eu ter o corpo mais fechado, para poder aguentar por um período maior a vibração talvez um pouco mais baixa do hospital. E eu fico pensando se é só uma crença minha ou se é isso mesmo, se dá para ligar e desligar, desligar no hospital e ligar depois… porque também já vi que cada vez que eu tento abrir a mediunidade e usar o harmonizador, eu acabo tendo dor de cabeça, sabe? Parece que dá abertura para encostar energias mais pesadas, porque é difícil se manter em vibração boa constantemente. E eu queria tirar essa crença, saber “não, isso não é um bloqueio e não tem nada a ver” ou “é assim mesmo, eu preciso arrumar uma maneira de viver com isso”, sabe? Sei lá… não sei se deu para entender…

Mônica: Talvez Simone, Drica ou Juliana, se tiverem uma resposta para o Rene, podem registrar. Da minha parte, eu tenho visto muita coisa durante a sessão de tarô. E o que é legal é que as cartas mostram, elas desenham, então, Rene, depois eu vou te convidar para marcar comigo uma leitura de tarô, porque a egrégora tem feito esse trabalho junto comigo e a gente pode olhar isso melhor, tá bom?

Rene: Ótimo.

Egrégora (intuído por Juliano): Eu sinto que organizar a sua interação multidimensional é sobretudo um aspecto que depende do seu foco consciencial e da pauta de prioridades que requerem a sua atuação direta. Nem sempre você poderá ter clareza de sensibilidade diante de situações emergenciais que pedem o pragmatismo racional, mas, nem por isso, não estaremos atuando ao seu lado. Quanto ao desenvolvimento de sua sensopercepção, a matéria passa mais pela superação da sua necessidade de análise do que, especificamente, uma sintonia vibratória. Ainda que haja em sua personalidade algumas atitudes e reações que podem ser temperadas de bom grado para o estabelecimento de uma certa consistência no padrão vibratório, o seu processo de sintonia está muito mais vinculado a um lançar-se, como um filhote de pássaro que, em determinado momento, é arremessado para fora do ninho. Já existe em você todos os elementos necessários para isto, mas, esse receio analítico, comparativo, cartesiano, ainda regula a sua pauta consciencial. Eu diria que será necessária uma manifestação de ordem inquestionável que nocauteie toda a sua racionalidade para que, diante de tal fluxo, você se veja, mais facilmente, a render-se às monções e inspirações do espírito, mas tudo encontrará, em seu caminho de busca, o tempo certo para acontecer, porque Deus sempre abençoa o esforço da busca. Mais ainda agora, que os teus esforços se orientam para pontos específicos de cooperação com o projeto que temos em mente.

Rene: Quem é a pessoa… Eu gosto quando ela fala, bem sucinta e objetiva…

Juliano: Rene, eu não consegui identificar direito, talvez, seja a Olívia, mas não foi psicofonia, foi um processo de assimilação mesmo. As palavras surgiam na mente eu ia repetindo à medida que ia aparecendo. Era um processo de assimilação mental, não de psicofonia. Tem o jeitão dela, mas é que fica mais truncado, geralmente quando ela fala, ela fala mais rápido. Engraçado é que, antes dela, o Dudu passou um pouquinho mal e a gente foi socorrer aqui, mas havia no ar uma fala do General, também no mesmo esquema, não parecia psicofonia, parecia assimilação, como antes ele fazia. A palavra que vinha, inicialmente, era:

General (psicofonia Juliano): Evidentemente que nós estamos muitíssimo satisfeitos com tudo o que fomos capazes de consolidar na abertura dos trabalhos iniciáticos deste inverno, com o III Congresso. Nos fizemos perceber mais próximos, mais íntimos e, ao mesmo tempo, decidimos abraçar as vulnerabilidades e fragilidades de cada um, como uma mão que se entrelaça a outra, não num processo de socorro ou de suporte, mas de amizade, porque a amizade pressupõe identidade clara e manifesta. Não se constroem laços de amizade pautados em expressões que não sejam autênticas, trazidas da originalidade e da singularidade de cada pessoa. É na variedade de expressões que o colorido encontra o seu lugar. É na vulnerabilidade exposta com tranquilidade que o testemunho do caminho do conhecimento é estabelecido como seguro, consistente e coerente. Não há motivo para se envergonhar, se rebaixar ou se render a um senso de humilhação. Não há motivo para coisa alguma deste tipo. O que há é a certeza, de que cada vez mais, as singularidades se complementam em um processo que vai homogeneizando o movimento, tornando firme a massa que ainda há de crescer, e muito, nos horizontes do Círculo. Os nossos projetos são ousados, os nossos desafios são imensos e graves são as nossas responsabilidades. Contudo, não haja entre vocês nenhuma gota de dúvida de que o Mestre caminha no meio de vós. E, porque o Mestre caminha no meio de vós, e que não há passo que se perca, não há buraco, obstáculo, não há depressão, não há declive, não há escalada que se torne impossível. Reconheço, no interior de cada um, aquele que, de fato, os escolheu.

Juliana: Para o Rene… Deixa eu tentar assimilar o que estava vindo aqui, sobre a dor de cabeça.

Olímpia (psicofonia Juliana): Querido Rene, não se assuste com eventuais efeitos físicos no exercício da sua exoconsciência. Tais ajustes biológicos são comuns e não devem ser motivo de apreensão, nem de pensar que sejam reflexo de obsessores ou de energias deletérias. Sobre o harmonizador, lembre-se que o mais importante, não tirando a validade de tal ferramenta, mas o mais importante é a harmonização dos seus pensamentos. É a harmonização das suas emoções. É harmonização dos seus desejos. É a harmonização da sua casa interior. E, posso te garantir, meu amigo, que momentos de qualidade com Samuca e com Lari serão potentes harmonizadores, porque harmonizarão aí dentro, o que tá mexido aí dentro. Isso vale para todos, pois o amor é o maior harmonizador universal. Não temam, meus filhos. Amem! Amem muito, uns aos outros, e vivam. Vivam intensamente esse amor. Um beijo carinhoso.


Montagne (psicofonia Juliano): We would like to embrace and to welcome our dear friend Marco, to this small encounter of friends between worlds. We are celebrating not just the coming of these old students of the Circle, but actually we are welcoming the endless possibilities that come with the pioneer of engineering. We look forward to reestablishing our presencial meetings and start testing the technology that we already have here. Because we are crossing lines and frontiers, and soon we will see an entirely new horizon and possibilities of communication using those technologies.

We will accomplish together and the Circle, this Lab, will be a remarkable place on testing and experimenting this new vision of the spiritual and physical world. The North and the East will come and join us, will collaborate with us… the results we once got in the past at the beginning of the presencial meetings and we’re just in the beginning… We were so excited about the advancements that we achieved but we have to give a break because of the global pandemic… but now stablishing the headquarters of the Spiritual Science Foundation and this routine of visits in the farm and at the Japi mountains… We are really excited and confident that we will move forward the achievements of the past into a real communication between worlds. More than that, I would like to advise you to keep in touch closely with our dear friends Robin and Sandra Foy, their project will now receive the german friends and it is the final act of their project in Spain. It will be very important the exchange that it will have between you guys. As in the past, we confirmed the symbols of Professor Euvaldo using the board, in the future, the electronic voice communication will be confirmed crossing the Atlantic Ocean… Remember there’s no separation, there’s no distance, there’s no space or time between hearts united for a purpose. That’s the case. We will keep in touch and we welcome again the friend Marco to the group.

Tradução: Gostaríamos de abraçar e dar as boas-vindas ao nosso querido amigo Marco, neste pequeno encontro de amigos entre mundos. Estamos celebrando não apenas a vinda desses antigos alunos do Círculo, mas na verdade estamos dando boas-vindas às infinitas possibilidades que vêm com o pioneiro da engenharia. Esperamos restabelecer nossas reuniões presenciais e começar a testar a tecnologia que já temos aqui. Porque estamos cruzando linhas e fronteiras, e em breve veremos um horizonte totalmente novo e possibilidades de comunicação usando essas tecnologias.

Vamos realizar juntos e o Círculo, este laboratório, será um lugar notável para testar e experimentar esta nova visão do mundo espiritual e físico. O norte e o leste virão e se juntarão a nós, vão colaborar conosco… os resultados que uma vez obtivemos no passado, no início das reuniões presenciais, e estamos apenas no começo… Ficamos muito animados sobre os avanços que conquistamos, mas tivemos que dar um tempo por causa da pandemia global… mas agora estabelecendo a sede da Fundação Ciência Espiritual e essa rotina de visitas na fazenda e nas montanhas do Japi… Estamos muito empolgados e confiantes de que avançaremos nas conquistas do passado, em uma comunicação real entre os mundos. Mais do que isso, gostaria de aconselhá-lo a manter contato próximo com nossos queridos amigos Robin e Sandra Foy, seu projeto agora receberá os amigos alemães e é o ato final de seu projeto na Espanha. Será muito importante a troca que houver entre vocês. Tal como no passado confirmamos os símbolos do Professor Euvaldo através da prancheta, no futuro, a comunicação eletrônica de voz será confirmada na travessia do Oceano Atlântico… Lembre-se que não existe separação, não existe distância, não existe espaço nem tempo entre os corações unidos por um propósito. Esse é o caso. Manteremos contato e damos as boas-vindas novamente ao amigo Marco.

Marco: Que legal, gente… Estou emocionado aqui …

Rene: Se prepara para Serra do Japi, acho que o evento inquestionável vai acontecer por lá [risos]

Larissa: Então é provável que a gente tenha fenômenos ou experimentos coordenados pelo pessoal do Scole lá, na Espanha.

Rene: Vai ter uns “confirmos”.

Larissa: Porque, aparentemente, a egrégora é a mesma, trabalhando com os dois grupos.

Rene: No começo da reunião falou de egrégora coordenada com outras dimensões também, igual foi o congresso, trabalhando também em pesquisa e troca de tecnologia.

Juliano: Uma frase que está pairando na minha mente, na verdade, me fazendo lembrar de um trecho do prefácio novo é “Habituem-se ao papel de serem pesquisadores e pesquisados ao mesmo tempo”.

Juliana: A frase que me veio quando tu disse “We are united” como se fosse várias egrégoras que se juntam, um “united countries”, como se fosse…Vêm pessoas de todos os países, “united countries”, para fazer o negócio acontecer.

Adriana: E tem um estrategista em cima e um embaixo, né?

Juliano: O de baixo está mais para cabo raso [risos]… Estão todos bem para direcionar energia?


Exercício para envio de energia de cura

Encerramento da reunião com agradecimentos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

MATRÍCULAS ABERTAS.
Instituto Círculo