É importante perceberem que além da escola do Círculo, existe a escola da vida (LAB 35)

Diário Espiritual

Participantes: Adriana, Fernanda, Juliana, Larissa, Mônica, Rene e Simone
Data: 22 de junho de 2021
Via Zoom

COMUNICAÇÕES

Larissa conduz oração de abertura do Lab


Fernanda (psicografia): Oi meus queridos, sempre é tempo de recomeçar. Sim, a vida é feita de um passo atrás do outro, mas sempre pode existir aquela parada para reorientação da bússola. Se permitir fazer isso é ao mesmo tempo gerar dentro de cada um a compreensão da necessidade de outrem fazer isso. Todos passarão por isso. Recebam esses momentos com amor, tranquilidade e principalmente, compreensão.

Simone: Gostaria de compartilhar uma imagem. Na ponte do arco-íris, vi o Marcel em uma maca como se estivesse em tratamento dentro de uma cúpula em roxo e azul.

Adriana (psicografia): Que lindo este espaço de tempo onde o reencontro consigo mesmo se torna tão importante quanto o encontro com o TODO. Vocês são um fractal do Todo e este encontro pode nos levar à completude do nosso Ser em um nível que nos traz a certeza do caminho a seguir.

Estarem juntos, de verdade, com todos os ajustes que terão por toda a vida, é o que nós, aqui deste lado, pleiteamos todos os dias olhando para cada um de vocês. Vocês estão crescendo e nós nos emocionamos aqui também vendo isso. Tanta coisa ainda por vir e hoje vocês verão, olhando para trás, o tanto que caminharam. Levaremos cada um de vocês numa viagem necessária, que será o impulso que precisam para manter viva esta força! Nos vemos mais tarde, durante o sono. Egrégora.

Larissa: Hoje tem excursão então? [risos]

Egrégora (psicofonia Mônica): Meus queridos, é com muita alegria que nos encontramos aqui reunidos hoje e que ouvimos e presenciamos o desenrolar das experiências de cada um de vocês. É extremamente importante perceberem que além da escola do Círculo, existe a escola da vida, onde possuem suas provas particulares, seus aprendizados, sua própria egrégora. Nós os apoiamos, os mantemos e vibramos por vocês também. Sintam, meus queridos, o grande amor que envolve todo este Projeto, que é a soma de pequeninas partes individualizadas, que trabalhando em sinergia fazem acontecer o Projeto Maior. Às vezes, alguns interruptores são desligados temporariamente, mas o ato deve continuar. Nós trabalhamos com motores e equipamentos que permitem sanar pequenas falhas aqui ou acolá, e tudo bem, tudo isso faz parte. Queremos também agradecer pelo empenho e pela coragem de cada um de vocês, que aqui estão e que aqui permanecem. Existem sim dificuldades, desafios pessoais de cada um, mas quando a gente mira em um horizonte maior, mais amplo, lá na frente, fica mais fácil compreender o quão importante é darmos os passos, porque o movimento de cada um colabora para o movimento do Todo, para o avançar, o progredir.

Não é esperado que saibam de antemão aquilo que muitas vezes nem nós sabemos exatamente o que está planejado, mas queremos sim pessoas confiantes e desbravadoras que aceitem o desafio de seguir caminhando porque sabem que existe um plano maior e que os desafios devem ser enfrentados. Portanto, sintam-se acolhidos, abraçados e envolvidos com o amor que permeia esta reunião. Nós queremos incentivá-los a manterem o propósito firme, forte, a erguerem suas cabeças quando estiverem titubeando. Vocês são nossos irmãozinhos queridos e estaremos ao lado de cada um de vocês quando pensarem e pedirem uma ajuda particular, saibam que isso é possível e que sim, estamos atentos a cada movimento. Portanto, facilitem nosso trabalho também, pedindo ajuda naquilo que vocês precisam ou querem um auxílio, uma luz, uma intuição. Essa troca é necessária, e nós também pedimos e mentalizamos a ajuda de vocês. Então está tudo certo, estamos em casa. Desejamos que este Projeto se amplie e fique cada vez mais forte porque há confiança, há essa troca, essa união que é importante porque a partir desta confiança podemos avançar, crescer e aceitar os desafios maiores que surgirão.

Tudo isso é treino, é aprendizado portanto tenham em mente que a força de vontade, a dedicação e a constância ao longo do tempo será relevante ao que temos pela frente. Era isso que eu queria dizer na noite de hoje e também compartilhar o imenso carinho que temos por cada um de vocês, encarnados e desencarnados porque a nossa escola também é formada por um contingente que foge à percepção dos mais distraídos, mas há um plano que acontece na intersecção de várias dimensões, vários níveis energéticos, portanto queremos que nossas palavras penetrem em diferentes níveis energéticos e para todos chegue como uma forma de carinho, acolhimento e gratidão. Obrigada, meus queridos.

Olívia/General (psicofonia Juliana): Meus queridos amigos, não há muito, em reuniões passadas, nos foi dito que muitos serão chamados e poucos os escolhidos, mas gostaria de lembrar que a escolha não é nossa, é de vocês. Pois o livre arbítrio é absoluto e o chamado não é apenas para o Círculo, o chamado é para todos os habitantes terrestres encarnados e desencarnados. E a escolha do Projeto desta Nova Terra cabe a cada um, mas esta escolha importa quebra de paradigmas, abandono de velhos hábitos e a compreensão de que todos somos uma grande irmandade humana. Dito isso, é bom lembrar que a escolha do Círculo é uma das escolhas possíveis nestes projetos, e existem diversos projetos porque existem diversos tipos energéticos e que todos servem ao propósito Maior.

Por isso, meus irmãos, lhes peço, façam diariamente a escolha por este Projeto Maior e mais especificamente a escolha do Projeto do Círculo, que ao mesmo tempo em que vocês nos escolhem, nos abrem possibilidades de acolhermos e escolhe-los, porque é uma escolha mútua porque como já dissemos e repetimos: existe uma dança reencarnatória e que uma vez já estivemos aí, mas também vocês já estiveram aqui. Convido-os, neste inverno que se inicia, onde as folhas já caíram, a preparar o solo. Alimentem este solo com o fertilizante natural do amor, do afeto, da compreensão e do trabalho que nunca pode parar. Às vezes os passos são mais pequenininhos, às vezes vai em cavalgada, mas o trabalho nunca pode parar. O inverno é o momento de se preparar o solo, abrir com o arado e colocar ali o alimento, a semente que se coloca no fim do inverno para que com o calor da primavera, possa a semente começar a germinar para dar as flores que virarão os frutos no verão de calor e prosperidade.

Assim é na natureza e assim o é na vida de cada um, na vida deste Projeto, porque o princípio de correspondência é inexorável. Cabe-lhes sempre observá-lo para compreender como o Todo está em tudo e como cada um de vocês está contido no Todo. Marchem meus filhos, marchem nesta aurora dos novos tempos os quais serão muito bem lembrados e exaltados no Congresso que está por chegar. E não se enganem, pois o impacto deste Congresso irá muito além das inscrições imediatas, muito além do que os olhos podem ver. O aprendizado para vocês e para todos os alunos neste plano terrestre e também no plano espiritual, pois nós também temos um Congresso que acontece no plano espiritual. Os aprendizados serão muitos e lembrem-se que eventuais percalços, dificuldades serão apenas oportunidades para crescimento, criatividade e perseverança. No mais, meus filhos, como bem disse Olívia lembrem-se do quanto são amados e de amar-vos sempre, apesar de todas as dificuldades e de todos os percalços. Um cheiro grande em cada um de vocês e sigam em paz na noite de hoje.

Egrégora (psicofonia Fernanda): A porta que será aberta amanhã pelo Círculo, receberá pouco a pouco, pessoas vindas de lugares tão diferentes que vocês se surpreenderão. Fiquem atentos, pois é chegada a hora de recebermos outros perfis de alunos. Montagne tem trabalhado fortemente no Projeto Internacional e o acervo deverá fazer parte deste projeto, pois não existe ainda que se conheça algo tão amplamente divulgado, tão amplamente apresentado quanto o que será feito com todo o acervo. É um Projeto que começa, mas irá reverberar por muito tempo nos quatro cantos do mundo. Continuem alimentando e fazendo o trabalho que vocês tem feito, pois isso deverá ser replicado em outras línguas também. De mais, estamos todos ansiosos do lado de cá para que esse comunicado seja feito e de uma vez por todas a gente consiga fazer todo esse material circular.

Egrégora (psicofonia Mônica): Suas palavras me emocionam, porque vemos que finalmente todo um material, um trabalho feito por décadas poderá a vir a ser descortinado e auxiliará a muitos nos seus estudos, na sua repercussão. Agradeço por toda essa oportunidade.

General (psicografia Simone): Mentoria com sapo entalado na garganta fica difícil, não é mesmo? Meus amados filhos, vocês são a minha mais alta patente. Não se preocupem, pois soldados feridos não são deixados para trás, mas o retorno a campo é de escolha e também de responsabilidade de cada um. Nós acolhemos a todos, mas a ajuda efetiva só chega se vocês atendem a ligação do lado daí, minha gente. General.

Mônica: Estou captando bastante emoção. Um misto de alegria e gratidão, por estarmos reunidos e pelos próximos passos, que tem a ver com a chegada do Círculo a outras línguas, outras nacionalidades.

Fernanda: Confirmo a emoção.

Larissa: Veio uma imagem de 9 ou 10 pássaros voando em direção à Lua que estava bem grande.

Fernanda: Quando a Mô estava falando senti uma espécie de celebração, como se tivesse atingido mais um patamar.

Mônica: Confirmo

Adriana: Há algumas semanas, tive uma percepção como se no Congresso a gente fosse ouvir coisas que nunca ouvimos, como se fossem apresentar pra gente no Congresso coisas que nunca ouvimos em lives, vídeos… isso veio bem forte. Outra coisa, sobre percalços…eu fiquei me questionando sobre o tempo da gravação, é como se fosse precisar de algum ajuste na hora da gravação.

Rene: Acho que vai dar uma explodida a questão internacional, vai aparecer um pessoal que nem sequer fala português. Acho que vai precisar de bastante esforço nessa direção, tradução e até gravação em outras línguas principalmente inglês, francês e espanhol.

Mônica: Confirmo.

Montagne (psicofonia Juliana): My dear fellows, it is important to notice that the profile of the potential students, the foreign students of Circle, is that they have a different profile from those you are used to working with.

Brazilians have strong connections with the catholic church and its teachings. These potential students have more connections with phenomenology and are more alike, more familiarized, with philosophy and notions of the Crist that was published with the Reform. Anglicans, Lutherans. But at the same time you all have a connection. There is an intersection point and you have to look for that intersection point that connects Brazilians and these foreing students. Look for that connection point in the culture, in the religion, in the philosophy… You should start there.

Remember that there are universal languages: Star Language, music, mandalas. These are also important points to focus on. That’s all for now folks. Remembering that I am always available to talk about thoughts and ideas. Yours, always, Montagne.

Tradução: Queridos amigos, é importante notar que o perfil dos alunos potenciais, os alunos estrangeiros do Círculo, é que eles têm um perfil diferente daquele com que vocês estão acostumados a trabalhar.

Os brasileiros têm fortes ligações com a igreja católica e seus ensinamentos. Esses alunos potenciais têm mais conexões com a fenomenologia e são mais parecidos, mais familiarizados, com a filosofia e noções do Cristo que foi publicado com a Reforma. Anglicanos, luteranos. Mas, ao mesmo tempo, todos vocês têm uma conexão. Tem um ponto de interseção e você tem que procurar aquele ponto de interseção que conecta os brasileiros com esses estudantes estrangeiros. Procure esse ponto de conexão na cultura, na religião, na filosofia… Vocês devem começar por aí.

Lembre-se de que existem linguagens universais: Star Language, música, mandalas. Esses também são pontos importantes nos quais devemos nos concentrar. Isso é tudo por enquanto, pessoal. Lembrando que estou sempre disponível para conversar sobre pensamentos e ideias. Montagne.

Juliana: Engraçado que tava Montagne e Olívia falando ao mesmo tempo, como se fosse a pedagogia conjunta.


Rene: Americanos, canadenses… eles tem uma cultura muito forte em fenomenologia, muito maior do que a nossa. Se traduz as coisas de um Acervo desse do General pro inglês, viraliza.


Exercício de doação de energia pelo grupo e encerramento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

por Grazieli Gotardo