A via que leva ao governo das forças cósmicas

Acervo General Uchôa

Há pesquisas profundas e informações as mais interessantes a respeito da correspondência das vibrações da matérias de cada um dos planos da natureza, segundo cujo estudo, o espírito desperto chega a perceber a unidade fundamental de uma lei superior que regula as atividades dessa matéria de todos esses planos – impondo a toda vida e a toda consciência em manifestação nas formas, expressão de equilíbrio, harmonia e beleza.

A vida depois da morte, passará assim a constituir algo de absolutamente normal – no plano astral e no plano mental para o comum de nossa humanidade e isso porque a Teosofia ensina, que os Egos que se libertaram da necessidade de experiências e aprendizagem nesses planos relativamente inferiores passarão, segundo a própria lei natural, a viver no plano búdico ou para além, continuando sua ascensão maravilhosa – para Cristo, para Deus. 

A Teosofia nos diz ainda que , nos planos astral e mental, miríades de seres outros que não nós os humanos, lá vivem, agem, trabalham e progridem mesmo sem jamais haver baixado à matéria física.

Seguem, diz-se, uma outra linha de evolução; perlustram, porém, vias análogas às nossas e com a humanidade se encontrarão, aqui e acolá, comungando da mesma aspiração, sob o influxo poderoso da mesma atração para um destino – cujas finalidades se guardam nos arcanos de Deus.

Vede, pois, como a Teosofia nos mostra uma natureza, um universo, infinitamente mais rico do que aquele que ontem poderíamos imaginar, e ensina assim que não nos achamos jogados ao acaso de uma evolução cega, mas que há um Plano estupendo, para que tudo na vida se encaminhe na via que leva ao governo das forças cósmicas – Poder; a percepção da beleza – Arte; ao reconhecimento de Deus e à devoção – Espiritualidade. 

A Teosofia abrange os conceitos de ciência e os amplia.

A teosofia abrange os postulados de todas as religiões e os esclarece e justifica.

A Teosofia harmoniza maravilhosamente o espiritualismo filosófico com o materialismo experimentalista, oferecendo suporte de substância à própria ideia e uma nova conceção das relações entre o espírito e a matéria. 

A Teosofia estuda a liturgia e os sacramentos dos diferentes cultos, mostrando-lhes o significado e como realmente se podem constituir em canais através dos quais descem forças divinas aos corações dos fiéis. 

É uma mensagem, pois, de paz. de confraternização. de sabedoria  de beleza.

Amplia os conceitos de ciência, porque, partindo da matéria, mostra-a em operações nos outros planos, segundo virtudes nunca suspeitadas pelos cientistas, ao mesmo tempo que conceitua o espírito numa síntese de virtualidades que vão deste mundo físico ao divino.

Informa sobre a gênese e as leis de desenvolvimento dos mundos, afirmando, por outro lado, ser o cosmo muito mais rico do que suspeitamos com as nossas vistas e os nossos telescópios. pois que os globos e globos estão a rolar pela imensidade de matéria dos outros planos perceptíveis para os seres habitantes, ou mesmo, para os homens – que hajam conseguido desenvolver certas superiores faculdades de percepção: a clarividência astral, mental e até mesmo búdica. 

Com efeito, são precisamente essas faculdades, uma vez desenvolvidas, que permitirão constatar não constituírem os ensinamentos teosóficos meras fantasias, porém realidades que se ajustam a uma sistematização e uma unidade, que caracterizam o que chamamos ciência. Eis porque, antes de atingirmos essa condição, a não ser que tenhamos uma intuição natural dessas verdades, só poderemos considerar a Teosofia como uma maravilhosa hipótese, que sendo tão lógica, tão ampla, tão cheia de virtudes para nos encher de otimismo e de esperanças, merece certamente ser conhecida e meditada.

Artigo 3/6. A sequência será publicada na próxima semana. 

* Parte da série de seis textos de um manuscrito sobre a Teosofia que integra o Acervo do General Uchôa, escrito pelo próprio General.

Leia as partes anteriores:

1 – O que é Teosofia?
2 – Existem sete planos que se ajustam e interpenetram

 


Acesse nossa editoria de conteúdo #AcervoUchôa e leia todas as matérias já produzidas sobre o trabalho no Acervo.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Evento aberto com inscrição prévia, dia 20 de abril.
Uma jornada de autoconhecimento.