O três vezes grande e o despertar psíquico

Escola de Mistérios

Seus textos e ensinamentos passaram secretamente de geração em geração durante milênios e são a base dos conhecimentos gnósticos. Aquele que já sabia que a magia e a ciência não poderiam conviver separadas, Hermes Trismegistus, nos deixou um legado de grande sabedoria médica, mágica, filosófica e alquímica. Devemos muito do que temos hoje de sua vida e obras aos registros deixados pelos gregos, que foram traduzidos entre a Idade Média e o Renascimento.

É inegável a sabedoria e evolução que não apenas Hermes, mas muitos filósofos e pensadores da antiguidade nos deixaram, como se uma fonte de acesso ao entendimento das Leis Cósmicas estivesse aberta a esses geniosos espíritos que estiveram aqui na Terra. Quando formas mais complexas de pensamento e a modernidade foram se estabelecendo nos seres humanos, esses foram se distanciando da natureza, e todo conhecimento de seu potencial psíquico ficou soterrado.

Não se sabe ao certo como e quando isso se perdeu e não podemos negar que nossa sociedade atual é avançadíssima em tecnologias e conceitos em formas diferentes da época de Hermes, mas é difícil não pensar que ali se perdeu sim uma grande chave para o entendimento da humanidade, que se tivesse se perpetuado em sua integralidade, estaríamos ainda mais longe… Isso é apenas uma reflexão, pois assim como pode ter se perdido por uma fatalidade, também pode ter sido necessário para nossa evolução não ter acesso à maioria das chaves desse conhecimento hoje.

Às vezes nos deparamos com comentários dizendo que estamos aqui tratando de mesmices ou que nunca chegaremos a verdade, e eu tenho que admitir a verdade desses comentários, a diferença é que eles são redundantes pois qualquer alma nesta encarnação, aqui nesta busca, sabe que quanto mais conhecemos, mais longe da verdade estamos e não é de hoje que Sócrates já sabia disso e nos avisou. Não há de forma alguma a intenção de ditar verdades absolutas, e certamente o acesso aos conhecimentos que temos é o que todos podem ter, pois ainda não temos acessos exclusivos, apenas estudamos o que está aí, disponível para quem se propor a estudar. A intenção de todo nosso trabalho é questionar, e questionar junto, trazer à tona perguntas que não podem morrer, e não colocar a verdade como um objetivo, mas a busca como um meio de atender a nossa sobrevivência.

O que fica claro é que é necessário ao homem e a mulher moderna integralizar matéria e espírito, ciência e espiritualidade para nos tornamos seres integrais, mas também entender seu potencial psíquico, pois estamos ficando doentes mentalmente, não é difícil, por exemplo, encontrar pessoas próximas lutando contra a ansiedade. Com o tempo, através de hábitos nocivos, principalmente mentais, fomos capazes de criar nossos próprios demônios, inseguranças, incertezas, medo e todos os sentimentos e formas de pensamento que fazem com que não saibamos liberar todo nosso potencial.

Com a inspiração de Hermes, reconheço a magia como a arte de fazer com que mudanças ocorram em conformidade com a vontade, e ela atua através do foco e da concentração que são fundamentais para realizar qualquer ato mágico. A questão é que fazemos magia diariamente e nem nos damos conta, todos os nossos pensamentos são atos mágicos, pois lançamos ideias e desejos o tempo inteiro para o éter e dependendo das circunstâncias e de vários fatores ela pode se manifestar ou não, porém o pensamento de forma direcionada pode realizar os milagres que tanto ouvimos falar.

Poderes psíquicos cada vez mais serão procurados como soluções para os problemas do homem, existem muitos meios gnósticos disponíveis para nos aperfeiçoar nestes caminhos. A grande questão aqui é que sabemos que nem toda mente preparada possui moral, e assim como pessoas com conhecimento podem direcioná-los para a evolução da humanidade e a autocura, outras podem usar para a destruição, que pode novamente nos levar ao mesmo ciclo que a queda de Atlântida passou. Mas também não podemos parar e nem aconselhar o freio ao desenvolvimento da humanidade por esses poucos. Como disse um amigo multidimensional ao nosso querido General Uchôa, nós estamos aqui enviando informações porque não perdemos a esperança em vocês.

Juliana Rissardi


 ASSISTA A AULA 4 DO CURSO ABERTO ESCOLA DE MISTÉRIOS

2 respostas

  1. Nossa!!! Muito conhecimento. Parece que nós paramos por alguma anomalia. O tempo congelou, nos paralisando dessas tecnologias, nos colocaram cabrestos e taparam nossos olhos e mente para o nosso próprio desenvolvimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

por Grazieli Gotardo