Como montar um altar sagrado das bruxas

Dica da Bruxa

É comum que as bruxas e bruxos tenham um altar para fazer suas conexões, meditações, pedidos, agradecimentos e magias. O altar funciona como um local sagrado, em que conforme se usa, cria-se mais e mais uma egrégora de energias e poder.

Para montar seu altar não é necessário ter muitos itens, o mais importante é lembrar que, seja o que ele tiver, deve ser um espaço sagrado e respeitado, de conexão, em que você olhe e consiga sentir a energia fluir.

O altar pode ser montado em qualquer lugar de sua casa (exceto no banheiro e lavanderia, pois são locais de saídas energéticas). Mas não há uma regra de como montar e você pode seguir seu gosto pessoal. Alguns praticantes se baseiam na Roda do Ano e suas celebrações para modificar a decoração.

Se você não pode ter um altar de forma física, seja por qual motivo for, também pode criar um espaço mental ou fazer um altar móvel, guardando seus itens em uma caixinha e montando quando desejar!

Abaixo deixo os itens mais comuns que compõem o altar dos bruxos:

  • Toalha;
  • Representação dos cinco elementos: água, fogo, terra, ar e éter;
  • Pedras e Cristais;
  • Ervas;
  • Símbolos;
  • Representações de divindades (se tiver afinidade com alguma);
  • Incensários e castiçais (o incenso contribui para a atmosfera de conexão);
  • Instrumentos mágicos.

Em relação a representação dos elementos do altar, você pode fazer substituições como, por exemplo, no lugar de um incenso para o elemento ar, usar uma pena ou um sino, que também representa o elemento. Outros exemplos são: uma pedra pode simbolizar o elemento terra, conchas podem simbolizar o elemento ar, além de velas ou um cristal vermelho para o elemento fogo.

É muito importante que o seu altar esteja sempre limpo e seja utilizado para haver movimento e para que ele vire um canal potencializador de energia para suas magias. Alguns elementos podem ser colocados no momento, de acordo com o ritual ou intenção, por exemplo, nos Sabbats, você pode decorar com flores e frutas da estação!

“Apesar de a força pessoal – aquela que habita os seres humanos – ser a força mais potente na magia popular, seus praticantes utilizam uma ampla variedade de objetos mágicos, retirados dos encantamentos e dos rituais de diversas culturas. Tais instrumentos são utilizados para fornecer suas próprias energias, bem como para proporcionar a consciência necessária para os trabalhos de magia. A magia pode ser, e geralmente é, eficaz em um nível puramente pessoal, sem o mago utilizar qualquer força que não aquela que o habita. Entretanto, os magos populares sempre utilizaram objetos naturais, bem como instrumentos habilmente trabalhados, para fortalecer seus rituais de magia.” (Cunningham, 2003, pág. 39)

 

Com amor.
Bruxilds,
Juliana Rissardi

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Dias 05 e 06/07, com ingresso presencial ou online
Instituto Círculo