A Tétrada Sagrada Pitagórica, por General Uchôa

#Acervo

Quem conhece um pouco da  vida e obra do General Uchôa sabe de sua imensa capacidade de adquirir conhecimentos multidisciplinares, aliando ciência, vivências e espiritualidade livre. Como um homem da exatas que foi em sua última encarnação – engenheiro e professor de mecânica racional – ele também mergulhava na filosofia dos grandes nomes que passaram pelo planeta e aqui falamos de um deles: Pitágoras, filósofo e matemático.

No Acervo do General Uchôa encontramos um desenho da tétrada pitagórica com relações sobre o divino, a matéria, a vida e o universo manifestado. Também encontramos no acervo um documento que seria o rascunho de parte de sua autobiografia Uma Busca da Verdade, onde ele chama a explicação do desenho de “concepção matemática da mecânica para a física teórica”.

Transparência para conferência com desenho de triângulo e dizeres explicativos sobre o Absoluto Criador; O Pai; O Cristo Cósmico e O Espírito Santo.

Anotações de 1988 com informações sobre Pitágoras e a Tétrada Sagrada

O General ainda exaltou a visão de futuro de Pitágoras:

“A visão de Pitágoras, destinada à capacidade de abstração do espírito humano, certamente, no futuro, quando a divina Verdade for percebida, até na matemática, há de levar os humanos, a compreender a chamada Tétrada Sagrada Pitagórica…”

Sobre Pitágoras (582 – 497 a. C.)
Pitágoras de Samos foi um dos grandes filósofos pré-socráticos e matemáticos da Grécia Antiga. Segundo ele, “tudo é número”, frase que indica uma explicação para a realidade e tudo que existe no mundo. A ele foi atribuído o uso e criação dos termos “filósofo” e “matemática”. Ele fundou sua escola, a “Escola Pitagórica”, que era mais que uma escola, era uma espécie de irmandade religiosa dedicada à Matemática, Religião, Política e Filosofia. Pitágoras e seus adeptos acreditavam na imortalidade da alma, cuja purificação ocorria através de sucessivas reencarnações em corpos vivos, e só pela vida “pura” a alma poderia libertar-se do corpo e viver no céu.
Fonte: EBiografia e Toda Matéria


Acesse nossa editoria de conteúdo #AcervoUchôa e leia todas as matérias já produzidas sobre o trabalho no Acervo.

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Dias 05 e 06/07, com ingresso presencial ou online
Instituto Círculo