“A medida do novo homem é o sentir-agir” (LAB 45)

Diário Espiritual

Participantes: Adriana, Mônica, Fefa, Marcão, Juliana, Juliano, Rene e Larissa
Data: 21 de setembro de 2021
Via Zoom

COMUNICAÇÕES

Mônica conduz a abertura da reunião


General Uchôa (psicofonia Juliano): Muito boa noite, minha gente bonita! Nós estamos realmente muito animados em perceber o quanto temos conseguido evoluir juntos. Ainda que com certa distância no que se refere às localizações geográficas, a fraternidade permeia as mentes e as intenções, certo sentido interno de pertencimento, este é de fato o alicerce dessa escola filosófica que se desenha no plano mental de todos vocês. É um estilo de vida, permeia ainda que no cotidiano aparentemente isolado a certeza do pertencer. A certeza do se saber parte, coisa maior que si mesmo. Esse pertencimento é uma verdadeira muralha, proteção e segurança. É muito importante nesses tempos de tribulação que nós todos sejamos capazes de cuidar dos nossos, mas cuidar como quem cuida de um soldado ferido em batalha. Não se trata de deitar na mesma maca e ficar uivando também de dor ao lado do soldado ferido. Enfermeiros e médicos num hospital de campanha não se deitam na cama dos feridos. Isso quer dizer para que não se perturbe o vosso coração com o sentimento alheio, sejam capazes, através dos seus talentos, de socorrer, amparar compreender, sem roubar do outro a oportunidade de evoluir por si mesmo, sem roubar do outro a oportunidade de sentir o que deve ser sentido, viver o que deve ser vivido, superar o que deve ser superado. Cuidem também das dores de cada um de vocês, das angústias. Reelaborem constantemente o plano mental e redobrem esse plano. Façam da sintonia uma cultura vigente, na empresa, na escola, nos grupos, na família. Não percam a oportunidade de uma boa sintonia. É como se a alma pudesse, de alguma forma, se refrescar do sol quente, quando entra em sintonia. Esse refresco, esse refrigério do espírito é o que vai consolidar a perseverança e a resiliência que a Adriana falava no início dessas nossas conversas. E digo “nossas” porque é óbvio que nós não chegamos apenas na hora que a música toca. Nós adoramos participar da prosa e dar boas risadas também. Estamos juntos a todo momento, não é? Participamos, ouvimos e interagimos com todos vocês, muito mais do que vocês possam perceber.

Quanto às insuficiências observadas na minha argumentativa do conteúdo que deve ser exposto no sábado, minha querida, não se preocupe porque nós já programamos em alguns seminários continuados essa semana, e até o sábado de manhã, todos os fragmentos de informação e composição conceitual estarão completamente disponíveis, frescos na mente. Nós só não adiantamos muito o expediente porque sabemos que também o quanto muito antes se diz, muito logo se esquece, não é mesmo? Nós precisamos de um certo frescor. É natural, é claro, que se sinta, aí, até um certo medinho até o momento, mas confie que nós sabemos quem nós escolhemos para a tarefa. E no mais, deixo a todos um grande abraço. Feliz, por perceber que nosso trabalho têm se espalhado por todo mundo de forma promissora vai colaborar diretamente para que o plano mental se consolide, se solidifique, se estabilize, para que o Brasil, a partir dos seus 200 anos de independência, tenha a possibilidade de brilhar entre as nações através de empresas, empreitadas, empreendimentos como esse que nós estamos liderando juntos, com o objetivo de levar as luzes da nova era à consciência do homem moderno, que há de transformar esse mundo, elevando na hierarquia dos mundos, a hierarquia das irmandades que participam do nosso processo evolutivo.

Meu grande abraço a todos, muita tranquilidade, muita paz, focando a presença dos Cristos Cósmicos, possam trazer influxos de serenidade, de amor a todos vocês. Sem mais delongas, para não fazer uma terceira despedida sem me despedir, apenas digo, Om namo Narayanaya.

Olívia (psicofonia Mônica): Depois dessas palavras do nosso querido General, e depois das boas risadas, a energia volta a fluir de uma maneira bastante singular. Provocamos a desobstrução realmente de vossos canais energéticos, através da risada espontânea, para facilitar o acesso de energias benéficas e de energias que são impulsionadoras da transformação que vocês estão vivenciando e também aplicando em seu dia a dia, em suas tarefas. Acreditem, meus queridos, que vocês são acompanhados, são observados e incentivados a todo momento. Reiteramos aqui o pedido de se conectarem a nós mentalmente, elaborarem os seus pedidos e se colocarem à disposição para sintonização dos downloads, das respostas, dos insights. Deixamos agora nosso fraterno abraço, nosso carinho e o nosso desejo de que tenham confiança e que caminhem com passos firmes, um passo de cada vez, ainda que sem a clareza do caminho, porém com a confiança no coração de que estamos em um projeto imenso, muito bem estruturado, amparado e direcionado, não se esqueçam disso. Um abraço carinhoso da Olívia.

Jefferson Rosemberg (psicografia Juliano): There’s no greater expression of a stronger faith than a well-defined Project, and a good one. Once you decided to go and achieve, and you have in your mind a clear future about the consequences of your decisions today are building, you will find a force in a very strong flow from inside out. There is no faith greater than that, there is no faith greater than a man and a woman with a life Project, dedicated to serve brothers and sisters around them. That’s the reason we are so excited, above all the amazing things we will achieve together, from Brazil to the rest of the world. We are so excited about the next steps, we are so excited about the next movie, we’re so excited about the corporate line for education, education for professionals of a new world, a New Era. New Earth it’s not an utopia. The New Earth it’s a project of future, when you plan that and when you understand that mediumship will just lift all human conscience around the world about your eternal nature, you will figure it out how important it is to be together, how important is understand that the joy and happiness and laughing a lot, is our real force. Thank you so much for the opportunity to contribute with this Project, side by side, with you. It’s an honour for us to be here, working and moving this Project on. Jefferson Rosemberg.

Tradução: Não há melhor expressão de uma fé forte do que um Projeto bem definido, e um dos bons. Assim que decidem ir e realizar, e têm em suas mentes um futuro claro sobre as consequências que as suas decisões de hoje estão construindo, vocês encontrarão uma força que flui fortemente de dentro para fora. Não há fé maior que esta, não há fé maior do que um homem, uma mulher com um projeto de vida, dedicado a servir irmãos e irmãs ao redor deles. Essa é a razão pela qual estamos tão empolgados, além de todas as coisas incríveis que alcançaremos juntos, do Brasil para o resto do mundo. Estamos tão empolgados com os próximos passos, tão empolgados com o novo filme, tão empolgados com a linha corporativa de educação, educação para profissionais de um novo mundo, uma Nova Era. Nova Terra não é utopia. A Nova Terra é um projeto do futuro, quando vocês planejarem e entenderem que mediunidade vai elevar a consciência humana ao redor do mundo, sobre sua natureza eterna, vocês irão entender quão importante é estarem juntos, quão importante é entenderem que alegria, felicidade e rir muito, é nossa verdadeira força. Muito obrigado pela oportunidade de contribuir com este Projeto, lado a lado com vocês. É uma honra para nós estar aqui, trabalhando e levando este projeto adiante. Jefferson Rosemberg.

Egrégora (psicografia Adriana): Vocês são especiais nessa alegria que contamina cada célula de vossos corpos. Num tom descontraído e divertido, mas que em nenhum momento remete à falta de responsabilidade, respeito e verdade. Muito pelo contrário, isso servirá de ferramenta em momentos difíceis ou, melhor dizendo, em momentos de mudanças. Foys [1] são inspiração para todos vocês, mas não podemos dizer que a criatividade do grupo é ímpar. Nós aqui curtimos esses momentos de vocês, facilitando a conexão de nós junto a cada um de vocês. Alegria e descontração pautadas em conteúdo de autoconhecimento, expansão da consciência e desenvolvimento mediúnico são as características do Círculo. Vamos adiante.

Egrégora (psicografia Fefa): Há de ser leve. Há de ser intenso. Há de haver respeito e há de haver amor. Permitam que o restante se conjugue no tempo e no espaço que encontrarem.

Marcão: Gostaria de fazer duas perguntas. A gente estava falando de materialização no começo, a pergunta é se, em um futuro próximo, a gente vai ter reuniões de materialização e se a gente vai poder monitorar ela de alguma forma. E a segunda pergunta, é se o espectro de luz infravermelho seria um bom espectro para a gente conseguir colher dados de materialização.

Mônica: Eu abri o áudio porque senti uma aproximação muito grande, porém eu acho que eu, Mônica, não tenho condição de responder. Aí eu bloqueei.

Juliano: Eu percebi essa aproximação que você está sentindo. Senti uma ofegância, uma palpitação no peito.

Mônica: Confirmo.

Juliano: Depois que a Fefa leu a mensagem, eu tenho, muito forte na minha mente, a figura do Celso Charuri [2]. Me parece ter sido quem escreveu pela mão da Fernanda. Porque a presença dele é muito emotiva. É difícil de ouvir, talvez, porque não sei se a gente daria conta por psicofonia. Talvez se a gente se concentrasse, visualizando a pirâmide, a gente entra numa roda e depois mergulha um pouco mais fundo, no meio do meio de nós mesmo, dentro da pirâmide, entoando no nosso meio. Precisa concentrar a mente na pirâmide, porque a carga emocional é muito grande para que um ou outro segure. Então, tentar absorver a palavra e fazer como nós fazíamos no escritório, cada um dá conta de uma frase. Vamos focalizar a pirâmide recebendo essa energia no topo, se tornando incandescente e distribuindo para o frontal, para receber aqui, no chakra frontal. Não vai receber por cima, pelo coronário, vai ser pelo frontal. E à medida que a frase vier, solta e para.

Egrégora (psicofonia Mônica): É muita emoção realmente, é uma alegria indescritível. É vontade de chorar não por tristeza, mas porque eis que é chegado o momento da comunicação. A clareza de pensamento, ela passa a acontecer à medida em que vocês deixam a emoção chegar, ser acolhida, ser aceita e compreendida porque realmente é algo significante. E que, assim que essa emoção é acolhida, a energia que se sustenta é ainda mais forte e ancorada. O que possibilita então a fala, a transmissão de imagens, palavras e frases. Que pedimos, tenham confiança de dizer e de se colocar à disposição, porque num primeiro momento, pode criar expectativas ou receios. Confiem, pois é assim que entra no flow. E se pretendemos realizar reuniões de materialização, sim. É em moldes ou, de forma única, exclusiva, vamos dizer assim, estamos experimentando. Então, tudo que for inovador, tudo que for ético, mas também novo, será aportado. Por isso que é importante vocês sentirem essas conexões, esse momentos de alteração de humor, do riso solto para o choro, da alegria para também aquele sentimento que faz as lágrimas brotarem. Tudo isso faz parte da sanfona energética. Percebam a imagem da sanfona energética, daqueles momentos de expansão e de contração. De entrar em outra dimensão e dali colher objetos e coisas, percebem? É importante ter essa flexibilidade, essa maleabilidade energética. Portanto não se tolham, soltem, expressem, experienciem sentimentos diversos. Essa expansão e contração, ela é muito importante. E quanto às demais instruções elas serão entregues na medida do possível e, sim, espectro de luz vermelha. Ela tem suas qualidades.

Mônica: Eu sinto a presença energética ainda, mas não consigo falar…desculpe.

General (psicofonia Juliana): Meus queridos, eu entendo a ansiedade, toda a vontade, dedicação a esse projeto de materialização que lhes é tão quisto, também o é para nós. Mas queria lembrar-vos que existe um quantum energético que vocês são capazes de suportar e de manter em projetos de materialização, que importam não apenas reuniões de materialização tradicionais, como se diz. Vocês, a todo momento, estão materializando planos do lado de cá que são cocriados com o lado daí. Isso exige energia, tempo, dedicação. E lhes digo, será necessário um pouco mais de tempo do que vocês esperam e também uma equipagem de pessoal maior, para que seja possível a concretização de tantas vias de acesso que estamos planejando. Não menos importante, gostaria de lembrá-los, que neste momento muitos estão em processo de materialização dos pequenos, os quais exigem também uma energia, um quantum, um foco consciencial que drena e exige no agora. Essas palavras não são de qualquer maneira a intenção de jogar um balde de água, muito pelo contrário, é um incentivo para vocês seguirem avante, sempre avante, sabendo que o que vocês plantam hoje será colhido amanhã, mas que o grau de expectativa nem sempre pode ser suprido em razão das contingências vivenciais individuais de cada um. Lembrem-se de que vocês são um conjunto energético. Não é um ou outro, são todos. Nesse círculo do Lab, cada elo tem sua função, seu papel e precisa estar bem estruturado para que seja um círculo firme como um anel grosso. Imagine se cada um estiver em diferentes faixas? Aquele círculo já não vai ser algo tão substancial, então é preciso essa uniformização energética do grupo para que tal intento possa ser alcançado. Vou ficar por aqui, deixo minhas palavras de afago, carinho e suporte. Um cheiro grande, Moacyr.

Juliano: Enquanto se respondia as perguntas do Marcão, me veio muito forte o livro do padre Zabeu Kauffman que a Mônica me deu há uns anos. Referencial, Marcão, para este trabalho. Porque o padre Zabeu era o espírito que mais se materializava para o General, deve ter algo ali, principalmente sobre a luz vermelha. Durante a canalização da Mônica, todos os ruídos que houveram no som, foram modulações da equipe espiritual. Fefa, tem uma frase final para aquela psicografia que é: “A medida do novo homem é o sentir-agir”. Essa frase ficou impregnada.11.

Mônica: Eu não estava compreendendo a energia forte que estava chegando e eu pensei na Ekhon.

Juliano: Porque parece. A energia parece.

Adriana: Quando o Marcão fez a pergunta, a frase que me veio foi “materialização de órgãos”.

Monica comenta sobre os trabalhos do Dr. Paulo Fructuoso com este assunto.

Juliano: Lembrei de trabalhos que se materializa ectoplasticamente o órgão e substitui no corpo astral.

Adriana: Sim, isso em cirurgia já acontece. Mas uma coisa é a gente ver no plano astral, mediunicamente, outra é a gente ver in loco, materializado. Fico pensando, onde vamos chegar…


Encerramento da reunião com palavras da Larissa lembrando que dia 21/9 é o Dia Internacional da Paz e envio de energia para todos que estiverem precisando de paz.

[1] Robin e Sandra Foy, casal britânico médium e espiritualista. Famosos por seu envolvimento no experimento de Scole. Fonte.

[2] Celso Chauri foi um médico e filósofo, fundador e idealizador da instituição filosófica e filantrópica Pró-Vida. Fonte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Dias 05 e 06/07, com ingresso presencial ou online
Instituto Círculo