A consciência no saber, no fazer e no sentir é um processo iniciático (LAB 25)

Diário Espiritual

Participantes: Adriana, Fernanda, Juliana, Juliano, Marcel, Mônica, Simone
Data: 6 de abril de 2021
Via Zoom

COMUNICAÇÕES

Juliano conduz oração de abertura da reunião


Egrégora (psicofonia Mônica): Boa noite, meus queridos. Estamos aqui ao som dos atabaques e estamos movimentando energia no plano astral. Estamos trabalhando conforme o solicitado para que haja um alívio nas cargas energéticas que estão recebendo em seus lares. Este é um trabalho realmente muito grande, que toca o coração e a mente de muitas pessoas e que desperta os que estão adormecidos, e por isso causa desconforto naqueles que são contra o amanhecer de um novo dia. Estão querendo brecar o tempo, numa manobra impossível, intolerável, inconsequente. Fiquem tranquilos, o trabalho deve seguir, estamos todos a postos garantindo a segurança de todos os envolvidos. Marcel, caso queira entoar algum cântico esteja à vontade meu querido

O plano astral está muito agitado, movimentado, ativo. Às vezes requisitamos a presença energética e espiritual de vocês, por isso não estranhem se um sono incontrolável, pesado, abater sobre vocês durante o dia. Se for possível neste momento um cochilo para seu organismo será salutar e será um momento em que podemos trabalhar com vocês. Alguns já adotam esta prática e vocês verão a diferença do antes e após este sono reparador que pode levar poucos minutos.

Simone (psicografia): God bless you, my dear son… It has been a long way to accommodate the divine mind of the Creator in yourself and this is meritory. May all shadows be dissipated and may the light shine the pure love to humankind. The Lord is with us. Father Robert.

Tradução: Deus te abençoe, meu querido filho… Tem sido um longo caminho para acomodar a mente do Criador em você, e isso é meritório. Que todas as sombras se dissipem e que a luz resplandeça o amor puro. Deus está conosco. Padre Robert.


Simone conduz exercício de visualização e proteção para a casa do Juliano e escritório Pozati. Juliano conduz limpeza nas casas dos participantes do Lab e equipe técnica do Círculo.


Adriana (psicografia): Lá na parte superior do ouvinte de Luz existe um ponto importante que é a não-congruência do TODO com tudo. Pontos nevrálgicos de dor que agonizam na intenção derradeira de poder levar contra o barranco. Hoje o progresso é inabalável e é impossível não acontecer. As forças opostas relutam ao máximo, mas por exaustão de tentativas esgotar-se-ão todas as energias densas que se contrapõem.

Simone (psicografia): Damos as boas-vindas aos viajantes da Nova Era. A nossa equipe se junta ao coro de amor que lhes reveste de proteção e que dissipará o velho paradigma para praticar o que o ser humano foi feito para praticar, e que dignificou-se a acessar novamente. MMA

Mônica: É importante o acolhimento aos seres que estão ainda perdidos ou pelo menos dar a oportunidade de unirem forças conosco. Na vontade deles acertarem o próprio caminho. Que eles sejam bem-vindos e bem recebidos por nós, os reconhecendo como seres humanos como nós, falíveis e como nós, ter uma nova oportunidade.

Mônica (psicofonia): Que as forças maiores nos abençoem, que as armas que estejam agora em jogo sejam as armas do amor, da fraternidade, da força de vontade e que a luta venha de uma forma vibrante, enérgica, mas respeitosa, porque todos nós sabemos que já estivemos em uma posição desfavorável, como crianças pequenas com egos gigantes, “querendo porque quer” que as coisas fossem do nosso jeito. Que todos nós em união possamos aprender sempre. Nos ver como espelhos uns dos outros, a verdadeira humildade é essa, a que trabalha em prol de todos e assim, unindo forças, nós também tiramos dos nossos próprios ombros o peso de lutar aparentemente sozinhos.

Formamos um grande exército coeso, que marcha com propósito, destemidamente e que precisa sim seguir aquele que nos conduz, seja na figura de um General, de um Chico Xavier ou de Jesus. Nós nos colocamos à disposição. Que as nossas dores e necessidades se mostrem do tamanho que elas realmente têm, ou seja, pequenas, porque isso alivia também o nosso fardo. Mas que a nossa coragem que é maior do que imaginamos, a nossa força de vontade, o nosso desejo de poder de realização, este sim cresça, sobressaia e que abrace a causa e que nos torne fortes o suficiente para que durante o dia nas nossas atividades nos revigorem, nos faça ver, sentir que vale a pena estar vivo aqui, agora, fazendo parte deste momento crucial que o Planeta está atravessando. Que este sentimento reverbere e estenda aos nossos familiares e amigos.

Que todos possam se beneficiar deste magnetismo que faz as coisas fluírem. É o grande movimento que põe em marcha, em mudança, tudo a caminho e em ordem. Que assim sejamos gratos de reconhecer, neste momento, a grandiosidade e a pequenez das pedras que surgem no caminhar. Obrigado.

Adriana (psicografia): A verdade insiste em parecer fugaz, mas para a implantação de um novo há a necessidade imensa de forças inimagináveis para combater a inércia neste campo mental que muitas vezes está viciado.

Fernanda (psicografia): A densidade energética do Planeta pode e deverá ser sentida por todos. Sentir e saber diferenciar, ter a percepção do Planeta como um Todo é algo importante, que o inconsciente, a consciência no saber, no fazer e no sentir é um processo altamente iniciático. Ouvir o que se fala, observar o que se faz e saber o que se sente são passos dados na evolução humana. Que a fé e a confiança na unidade do Todo seja inabalável para vocês.

Juliana (psicografia): Saúde nestes tempos, saúdo os encarnados e também os desencarnados. Gostaria de vos lembrar que os trabalhadores de hoje foram os doentes de outra hora e os que ajudam outros dias precisaram de ajuda. Por isso, não se envergonhem em pedir ajuda e também não pensem que a pequena ajuda que possam prestar não tem relevância. Cada grão de areia faz uma grande praia. Todos aqueles de boa intenção e de coração aberto são bem-vindos nesta escola da vida que o Círculo é aqui em cima e também no plano dos encarnados. Se recordem da palavra do Cristo quando falava da ovelha desgarrada e todos nós somos um pouco dessa ovelha, mas todos nós um pouco deste Cristo que vai atrás para recuperar porque todos somos um. Sejam bem-vindos, meus irmãos.

Não há o que se envergonhar, nem se constranger entre nós. As ações pretéritas aí estão e o que buscamos são ações do agora projetadas para o futuro. Nosso trabalho se pauta na intenção, no agora.


Exercício para envio de energia de cura. Encerramento da reunião com agradecimentos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Estreia dia 29/04 no Clube do Aluno.
por Juliana Rissardi
Aniversário do nosso mentor, General Uchôa.